5 de fevereiro de 2016

Castlevania Symphony of the Night (Gamers on the road: 008) Alucard in Final StageBloodLines

Saudações novamente! Sejam bem vindos ao Desconstrutor de Jogos. Estou trazendo hoje um post extra suplementar a qual exploraremos o Final Stage: “Bloodlines” usando o Alucard. Em um de meus textos passados eu dei uma entrada nesse assunto levantando até a hipótese do como se daria esse encontro se o Alucard encontrasse seu próprio pai saboreando uma taça de sangue, onde o diálogo se desenrolaria com Alucard dizendo:
- “Die father! You don't be long in this world!”? - Conforme imaginou meu grande amigo Daniel Tallarico. Mas o que aconteceria de fato? Cliquem no título do texto para lerem seu restante.

O procedimento é um tanto delicado e deu um trabalho tremendo para descobrir, não basta ter apenas o código expresso (Dedicarei um post só à eles) que leva até este local, precisa ser usado nas circunstâncias e no momento certo, caso contrário, você levará na cara a seguinte mensagem do emulador:
“Será que tem pão no céu? E morreu!”
:-)

Atenção! Façam um backup de seu save game antes de iniciar o procedimento.

Primeiramente você deverá jogar o jogo normal com o Alucard até chegar neste ponto na Underground Cavers onde existe um caixão luminoso que faz com que Alucard tenha um pesadelo com sua mãe.
Salve o jogo antes pelo Save State pois ao entrar com o Alucard

Entre neste caixão, quando a tela escurecer por completo, você ativa o código 800974A0 001F e deixe-o ligado por uns dois (2) segundos, em seguida, desligue-o.

Obs: Neste momento você não deve se afobar porque a tela escurece lentamente, para saber se ela escureceu totalmente basta observar as coisas mais brancas da tela, eu pessoalmente uso como referência o HP do Alucard, quando elas sumirem, então será o momento de ligar o código. Mas lembre-se, somente por 2 segundos, depois disso, vá imediatamente no motor Cheat do emulador e desative o código. Feito isso corretamente, Você verá Alucard no cenário onde o game se inicia, o Final StageBloodLines, mais precisamente de cara com o Drácula.
Não! Ele não fala “Die father! You don't be long in this world!”

O diálogo é o mesmo do encontro entre Richter e Drácula, e o cenário vem todo bugado dessa forma, Claro! Levando-se em consideração que o game faz de tudo pra impedir você de levar o Alucard pra lá. De início o Alucard aparece da Esquerda para a Direita e fica abaixado, mas quem joga este game sabe que o Richter gesticula pro Drácula enquanto afronta ele, neste momento, os sprites do Alucard são substituídos por Sprites do Richter, mas com sua paleta de cor bugada. Observem:
Após o diálogo, o confronto se inicia como é normal acontecer. Mas você deve estar se perguntando: “Mas e o restante do cenário? Não podemos vê-los?”. Na verdade pode ser visto sim, e eu até vou dizer como fazer isso já já! Bem! Enfrentamos a batalha entre Drácular e seu filho Alucard (Que é a escrita Drácula de trás para frente) tanto contra a primeira quanto a segunda forma do vampirão perverso.
Algumas curiosidades devem ser observadas aqui, o Alucard, por exemplo, esta pisando num chão invisível acima do chão onde o Drácula se encontra (Podemos por o Drácula no mesmo plano se no momento em que ele estiver para aparecer dermos um salto), e isso persiste dessa maneira quando seguimos para a segunda forma grotesca monstruosa do Conde Vlad Tepes Drácula 3º. Outra coisa peculiar ocorre quando filho morre nas mãos de seu próprio pai morto vivo, o Alucard morre mesmo, nada de Maria vindo para dar força, e por fim quando derrotamos o Drácula, ganhamos uma bela foto de pai e filho...
Até que o Alucard não ficou mal na foto de família
:-)

...e uma belíssima tela de Game Over.
Quem diria, tanto faz ganhar o perder, sairemos perdedores

Mas agora iremos explorar o cenário com o Alucard, mas para isso, devemos sair das garras do Drácula, e para conseguirmos fazer isso, devemos usar o código que remove e devolve as paredes, não ao mesmo tempo é claro, mas numa ordem determinada. Quando iniciar a batalha contra o Drácula, use o código 800730A8:0000 para remover as paredes e o Chão e fazer o Alucard cair para a tela de baixo (Mantenha o código ativo), quando ele estiver parado no fundo inferior da tela como se estivesse flutuando, transforme-o em morcego e vá subindo até a tela a seguir:

Agora basta usar o código 800730A8 0001 para devolver as paredes e o chão (Outra forma de anular o efeito do código é desligando o mesmo e transitando de uma tela para outra). Em vez de você ir pra esquerda em direção ao Drácula, volte para dar uma olhada.
As escadarias terminam aqui

O cenário estará todo bugado, e muita coisa estará faltando, como a escada que você vê na imagem anterior. Mas o botão que faz descer a escada do alçapão secreto ainda estará lá, observe a imagem a seguir:
Estas escadas estão com um aspecto melhor
:-)

Lá no andar superior encontramos os itens que também são coletados pelo Richter quando ele encontra essa passagem. Reparem também que os gráficos aqui continuam bugados.
“Mas como sairemos daqui?!” Simples, ou você usa o cartão da livraria (Arranjando um via código) ou descendo do ultimo pavimento pro penúltimo (Que é um teletransporte que nos deixa onde estava o caixão luminoso).
Para fazer o caixão voltar, basta sair e entrar desta sala novamente

- “Mas esta viagem vale mesmo a pena?” 
- Não! Isso serve apenas de curiosidade!
Infelizmente esse procedimento buga o layout que exibem informações como HP, a barra e o restante. Se quiserem tentar, tudo bem, mas conforme informado anteriormente, criem um Backup de seu save game. Não há nada de escondido, fiz apenas para mostrar que podia ser feito e suas conseqüências (Além do fato de trollar a CPU do game que fez de tudo pra me impedir de entrar lá com o Alucard). No nosso próximo post, eu irei trazer os Expressos catalogados, inclusive um cenário que você jamais deveria jogar em GamePlay normal. Vou ficando por aqui desejando, como sempre, Vida Londa e Próspera.
\\//_

2 comentários:

  1. curioso esses posts explorando o SOTN com o gameshark, tipo, nunca chegaria tão longe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem vários outros já publicados e muitos outros ainda por vir. Se eu fosse jogar tudo num unico texto, o blogspot não ia suportar...
      :-)

      Excluir