20 de dezembro de 2015

Phantasy Star Generation 1 Lançamento da Tradução para Português/BR

Sejam muito bem vindos ao Desconstrutor de Jogos, é com imensurável satisfação que estou trazendo uma excelente notícia principalmente para os membros das comunidades de Phantasy Star, finalmente está sendo lançada a tradução em português do Phantasy Star Generation 1, e a data não poderia ter sido melhor, a final de contas, exatamente hoje, dia 20 de Dezembro de 2015, é o aniversário de 28 anos do primeiro Phantasy Star. Se querem saber como foi esta longa jornada de tradução, cliquem AQUI ou no título deste post e, só lembrando que ao final do mesmo estará o link para Download da tradução.
\o/

Fazendo parte do primeiro volume da série Sega Ages 2500, o Phantasy Star Generation 1 foi lançado apenas no Japão no dia 28 de agosto de 2003 (16 anos após o lançamento do game original produzido para Master System que por sua vez saiu primeiramente no Japão em 20 de Dezembro de 1987) e para quem não sabe, o Generation 1 é um remake justamente deste primeiro Phantasy Star. O grande problema é que o Generation foi comercializado somente no Japão, não havendo assim qualquer manifestação oficial para traduzi-lo nem para Inglês e muito menos para Português como foi feito oficialmente pelas mãos da TecToy com o título original para o console de 8Bits da SEGA.
Nada mais de “NÃO ESPECULE EM TORNO DO ROMANCE DE LASSIC!”

Surgiram, no entanto, dois projetos não oficiais de tradução para o Generation 1: O primeiro deles foi idealizado no final de 2008 como parte da iniciativa do meu amigo Orakio “Gagá” Rob (A qual estou mais acostumado a chamar como "Orakio-Rob") dos sites Gazeta de Algol e GagáGames, desde lá muitas coisas aconteceram, muito apoio tivemos (Falarei sobre isso no decorrer desta postagem) e gozamos de imensa sorte em vários pontos. Houve até a possibilidade de que era um sonho impossível. Mas nunca tive dúvidas e sempre acreditei que essa tradução iria sair! O Segundo projeto foi tocado por uma fã de Phantasy Star chamada Kyence que por sua vez tinha como objetivo traduzir o jogo para o inglês, você confere o lançamento dela CLICANDO AQUI.
Primeiramente, tudo o que se podia traduzir eram os nomes das magias, itens e entradas de menus, pois não estavam compressos e foram facilmente identificados dentro do jogo, logo se iniciou o trabalho de tradução das Magias antes do ano de 2008 se encerrar. Os meses se seguiram no ano de 2009, e mais precisamente por volta de março  daquele ano, com a ajuda do Felix lá do PO.B.R.E. tivemos o apoio de algumas figuras espertas do cenário de ROMhacking para ajudar o nosso tradutor com questões de quebra de compressão dos demais textos dentro do jogo. O primeiros deles a ajudar no projeto foi o Ignitz que quebrou o código de compressão, ele já vinha trabalhando no hack de Final Fantasy X e por isso já tinha bastante experiência no ramo, em seguida foi a vez do RodolfoRG fazer os scripts para descomprimir e extrair os textos. Ambos não apenas deram um fim à compressão do texto como ainda preparou um documento com todo processo que posteriormente foi disponibilizado um PDF explicando todos os truques.
Após o Ignitz quebrar o código e o Rodolfo fazer os scripts para extração e descompressão dos textos, logo veio uma série de problemas técnicos que viriam a ser corrigidos por um camarada conhecido como CUE.

Como o Rodolfo estava sem tempo, um grande camarada nosso, o Juanma Fernández ou simplesmente JuMaFaS dono do site https://jumafas.wordpress.com/, nos apresentou ao CUE, um ROM hacker mexicano do portal RomxHack Esforos que pegou as ferramentas criadas pelo Rodolfo es as revisou, recriou e a turbinou. Com a quebra da compressão, logo foi a vez do restante dos cripts como diálogos, descrições de itens e magias, texto da função de conversa e etc, que foram retirados de dentro da ISO e enviado para ser traduzido pelo nosso grande amigo e correspondente na terra do sol nascente Jorge Henrique dos Santos Chernicharo, ou simplesmente Jorge Chernicharo, que vive no Japão desde Abril de 2007, ele dedicou uma parte das suas férias acorrentado e sobrevivendo à base de pão mofado e água da vala na frente do PC :-) traduzindo todo esse material ^_^.
Porém, as descrições dos itens e equipamentos foram feitas pelo Filipe Engleth Andrade

Aliás, eu não poderia deixar de dizer que o Jorge inclusive foi a nossa importante ponte para as aquisições dos livros de Phantasy Star, enriquecendo assim a nossa valiosa seção de Scans da Gazeta de Algol, mas isso é outra história, vamos voltar à tradução do Generations. Agora, com a tradução pronta (Não totalmente, pois ainda restavam algumas coisas), o texto voltou para as mãos do Orakio-Rob que por sua vez o reescreveu relevando diversos critérios imperativos e visando a melhor adaptação, usando não apenas seus conhecimentos concernentes ao jogo como suas habilidades  adquiridas no praticar de sua profissão de tradutor, para que com isso pudesse elaborar algo realmente diferenciado, uma tradução caprichada. As partes de textos que na verdade são imagens como, por exemplo, o menu principal do jogo, foram editadas por outro talentoso amigo nosso chamado Cristiano “Redfield” Fraga Camboim.
Não bastava criar só um descompressor de texto, mas de imagens também que pudesse extrair tudo num formato “bonitinho” para facilitar a tradução e um compressor para pôr tudo de volta no game

Mas várias barreiras ainda estavam por vir, como a mudança das fontes (Letras), pois muito embora o alfabeto ocidental já estivesse na ISO, os mesmos não cotiam acentos, fora outras questões de como o formato alargado das letras que ocupavam muito espaço na tela, o que atrapalhava no caso dos menus. E falando-se em menus, alguns itens do mesmo não eram textos, porém imagens (“Letras desenhadas”) e haja saco laconiano para os nossos amigos rom hackers. Os membros das comunidades de Phantasy Star tanto do Yahoo quanto do Orkut (Sim! Isso é da época do Orkut) foram convocadas para opinarem, através de votações, sobre certas definições como, por exemplo, se ficaria Odin ou Tyrone e etc. Todavia, vocês podem seguir ESTE LINK para ficarem a par de mais detalhes sobre as diretrizes de tradução.
Quando um texto é traduzido, torna-se impossível obter um consenso. O que é normal, pois nem Cristo agradou a todo mundo

E se falando em Cristo, os jogadores de Phantasy Star, principalmente os mais veteranos, estão acostumados com “AW” de “AW342″ que nada mais é que uma espécie de “depois de Cristo”. Segundo o Compendium, AW significa “After Waizz” (Depois de Waizz). Waizz (Ou Weizz) na verdade foi o rei que unificou Palma, e esse evento ficou marcado na história de Algol como sendo o ano um, o ano da unificação. Inicialmente aventou-se a possibilidade de mudar “AW” para “d.W.”, que significaria “depois de Waizz”. “BW” (Before Waizz = Antes de Waizz/Weizz), por sua vez, passaria a ser “a.W.” (antes de Waizz) baseado no fato de que aqui no Brasil o a.C. e o d.C. são escritos assim com apenas o “C” de “Cristo” em maiúsculo, e com pontos colocado após o ano. Entretanto, essas Diretrizes de tradução foram posteriormente mudadas, e AW para d.W foi deixado de lado permanecendo “AW” para evitar confusão e manter a terminologia com a qual o “povo de Algol” está acostumado.
Se AW fosse mudado para d.W, teríamos que ter cuidado para não misturar as estações com “AW” e “a.W”! E reparem que alguns nomes de planetas foram acentuados

O ano de 2009 finalmente estava nos deixando, e enquanto eu escrevo esse texto, recordando não só esses como muitos outros momentos, é inevitável segurar a forte sensação que me faz lembrar que este ano foi especial em várias áreas da minha vida, mesmo se comparando há vários momentos inesquecíveis da década de 1990 que, para mim, foi a melhor década que já presenciei na vida, mas 2009 foi singular principalmente por causa DISTO.
O ano de 2010 se iniciou com um big DIÁRIO DE BORDO lá no GagáGames o que ajudou o tradutor a ter outras noções e a documentar melhor certas peculiaridades conforme eram vistas na tela InGame. Ainda em 2010, outra importante etapa da tradução foi concluída, ou seja, o Jorge finalmente completou a tradução de todo o Script, “bastando” inserir tudo dentro do game :-). Creio que até aqui, ano de 2010, foram as etapas mais importantes e constantes, pois sempre tínhamos detalhes postados no Blog da Gazeta de Algol assim como novidades nas comunidades e Listas de discussões.
Os japoneses usam muita exclamação! Possivelmente para descrever o modo energético a qual eles se comunicam

2011 foi imaginado como sendo o “Ano de Algol” por causa da forte possibilidade de lançamento da tradução. Todavia, muitas contrariedades impediram que a tradução saísse ainda naquele ano, diversas questões técnicas precisavam ser resolvidas até então para que a tradução pudesse voltar a andar. Mas, isso não queria dizer que a coisa toda havia se paralisado, muito pelo contrário, vários arquivos com os eventos foram upados para a biblioteca da Gazeta de Algol bastando conferir isso clicando AQUI. Finalmente, no final de 2011, o Rodolfo criou o plugin de edição de imagens que resolveu vários dos problemas técnicos que dificultava a inclusão do texto traduzido na ISO.
Agora, no ano de 2012, logo no mês de Janeiro, algumas pessoas tiveram ataques cardíacos com a saída do primeiro vídeo mostrando a tradução da abertura e as falas de Camineet. Mas ainda assim com alguns pequenos bugs, basta CLICAR AQUI para saber mais:

Já por volta de Abril de 2012, saíram as folhas de Sprites ripadas diretamente do game sem a necessidade de processos trabalhosos de capturas externas de imagens. Você poderá conferir TODAS as folhas bastando CLICAR AQUI:
As imagens foram extraídas diretamente da ISO graças ao trabalho de nossos amigos rom hackers RodolfoRG, Ignitz e CUE

Em Setembro de 2012, tivemos a ultima notícia sobre a tradução antes de entrarmos num longo período sem quais quer novidades sobre o assunto. Com o texto inteiro basicamente traduzido, o que realmente faltava era o aperfeiçoamento das ferramentas para resolver alguns bugs importantes que impossibilitavam o lançamento da tradução. Por exemplo, o jogo travava quando usávamos a função de conversa entre o grupo, e 99% dos beta testes relataram que não conseguiam passar do porto espacial, pois o jogo travava naquele momento. Fora alguns sprites em trechos específicos que apareciam bagunçados, e certos diálogos ficavam quebrados exibindo caracteres estranhos. O fato é que o projeto não possui fins lucrativos, e desenvolver e aperfeiçoar essas ferramentas é uma tarefa complexa, as pessoas a frente do trabalho tem seus afazeres, precisam se sustentar e pagar as contas, óbvio que isso não poderia ser tratada com uma prioridade acima dos nossos compromissos com empregos, familiares, conjugues, e muita gente não entendia(entende) essas coisas. Portanto, terminamos 2012 com a tradução estacionada por período indeterminado em uma etapa que exigia tempo, paciência e muita dedicação.
Nomes completos dos equipamentos, sem abreviações! Coisa linda de se ver!

O ano de 2013 passou por inteiro sem quaisquer notícias oficiais sobre o assunto, finalmente, no final de Janeiro de 2014, tivemos uma belíssima surpresa, por sinal, ocorrida durante o 5º encontro do grupo Phantasy Star Brasil que ocorreu no dia 25/01/2014 (Sábado) no Shopping Rio Sul, no bairro de Botafogo, Rio de Janeiro, e eu até arriscaria dizer que ocorreu algo mais importante que a tradução em si. Assistam ao vídeo a seguir e leiam o post oficial CLICANDO AQUI para entenderem melhor sobre o que eu estou falando:

O código fonte das ferramentas estava aberto desde o princípio de sua concepção, o que significa dizer que qualquer pessoa com conhecimento em programação poderia vir e alterar o programa. A Kyence traduziu o Generation: 1 para o Inglês com todas as limitações, todavia, e um Francês chamado Frédéric, topou com o trabalho dela resolveu traduzir o jogo para o Francês usando as ferramentas criadas pelos nossos programadores daqui (Lembrando: Código Aberto para alteração!), só que o Frédéric também manja de ROM Hacking, e o que ele fez? Pegou as ferramentas que o Rodolfo e CUE criaram e começou a trabalhar em cima dela até resolver “todos” os problemas e Bug’s, como resultado podíamos inserir os nomes completos dos equipamentos que estavam com espaço limitado para a inserção de caracteres, e a realizar o restante da tradução da ISO sem deixar o game bugado ou travoso nas partes que mencionamos. Com esse apoio do Frédéric, o Orakio retomou a tradução do Phantasy Star Generation 1, e no dia em que este anuncio foi dado, o jogo JÁ poderia ser jogado em português sem nenhum problema grave até o momento em que se pega o Hapsby (“ou seja, encontra o Myau, salvar o Odin, pegar o bolo, falar com o governador, encontrar o Noah, salvar o Luveno e encontrar o Hapsby”) com uma coisa ou outra ainda em Japonês.
Os programas que os franceses usaram (e que nós usamos) foram os do CUE, que por sua vez, nasceram do trabalho do Ignitz e do Rodolfo

Equipe de tradução:
Tradutores: Jorge Chernicharo, Orakio "O Gagá" Rob e Filipe Engleth Andrade. O Jorge foi quem passou “tudo” do Japonês para o Português da forma mais literal possível, sem se preocupar muito com estilo; o Filipe traduziu as descrições dos itens e equipamentos; e o Orakio ficou responsável por reescrever as frases para que ficassem mais apropriadas quando inseridas de volta na ISO.

ROM hackers: Rodolfo Ribeiro Gomes, Ignitz, CUE e Frédéric Bouix. Foram os responsáveis por quebrar a compressão do jogo, criar as ferramentas para extração de textos, edição de imagens e aperfeiçoar as ferramentas resolvendo os bugs.

Edição de imagem: Cristiano Fraga que ficou responsável pela edição das imagens para deixar os menus em português.

Sugestões, Apoio moral e Beta Testers: Turma da Lista de Algol Somos nós, o povão que dávamos sugestões e apoiamos o projeto para deixar a coisa divertida, com fôlego e muito enchimento de saco ^_^.

Agradecimentos especiais: À Kyence, que traduziu o Phantasy Star Generations 1 para o inglês e que compartilhou conosco excelentes dicas.
Graças ao Frédéric Bouix o trabalho de tradução foi desempacado

A lista de agradecimentos é longa e a tradução só foi possível graças ao empenho de várias pessoas em interação conjunta, mas gostaria de deixar um agradecimento especial ao Rodolfo, o Ignitz, o CUE que NÃO apenas quebraram as barreiras de programação e desenvolveram as ferramentas, como foram generosos ao compartilhar seus trabalhos com todos aqueles que quisessem fazer suas traduções, e de fato isso possibilitou versões traduzidas do Generations para outros idiomas. E essa generosidade não se perde: Das nossas mãos foi para a turma dos EUA, pulou para as mãos dos franceses (Frédéric) e voltou revisto, aperfeiçoado e ampliado para tornar o sonho do Phantasy Star Generations: 01 em português um fato realizado.
Preparem suas botinas bico de aço porque “a cumunidade brazileira vai fazer istoria”
^_^

E fica o meu desabafo pessoal do Yoz Desconstrutor: Que esta atitude sirva de lição para a turma que não compartilha seu trabalho com os outros, pois ninguém quer ser melhor do que ninguém, só queremos fazer algo para um bem muito maior do que a mera mesquinharia. E sim! Isso é uma direta ao M.I.J.E.T. que criou as ferramentas para traduzir as Text’s Adventures, mas se recusou a fornecer as ferramentas dele porque eram deles e blablabla. Mas pensem comigo, e se nós tivéssemos sido egoístas com questões de liberação de ferramentas como o M.I.J.E.T. "gentilmente" foi, pergunto agora: "Como teria sido o resultado desse trabalho?" A resposta é tão simples que até um Babuíno, ou teríamos uma tradução meia boca muito mal feita, ou ela iria morrer  "à beira da praia" sem se quer ser concluída. Em resumo, as ferramentas foram criadas por Brasileiros, passaram pelos americanos, foram aperfeiçoadas pelos franceses e retornou para as mãos dos brasileiros para concluir o trabalho (Sim, eu já disse antes, mas gosto de salientar à valor da cooperação).
Existem ROM Hackings que pegam o trabalho de uma empresa, alteram o que querem alterar, mas bloqueiam as ferramentas impedindo que outras pessoas possam trabalhar em cima delas. Eles têm o direito de fazer isso? Para começo de conversa, estão adulterando um jogo que NÃO foram criados por eles, mas não vou entrar nessas questões de direitos, apenas vou responder a pergunta dizendo “até que sim”, mesmo porque eles criaram a ferramenta. SÓ QUE, quando não há um partilhamento desse trabalho, várias pessoas deixam de receber o benefício e até de ajudar com coisas para aprimorar as ferramentas, pois no final das contas, ninguém sabe tudo.
E para encerrar, é com muito prazer que hoje eu trago para vocês, leitores do Desconstrutor de Jogos, Algolianos que caíram nesse mundinho chamado Terra, a notícia do lançamento da tradução o Phantasy Star Generation: 01 \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/ e o link para o Download do mesmo.

Download 01:
Curtam agora este excelente jogo com esta incrível tradução feita com capricho e dedicação. E se me derem licença, vou fazer o mesmo. Desejo à todos Vida Longa e Próspera!
\\//_


45 comentários:

  1. Parabéns para a equipe afinal um trabalho desses não é nada fácil, mas felizmente tudo deu certo e aí está...
    Só tem um porém..... Eu já terminei o game em japonês mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Posso jogar em algum Emulador para Android?
    Se sim, qual seria ?

    Fico no Aguardo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O seu aparelho consegue emular jogos de ps2? Se a resposta for positiva, tem o emulador Play! http://purei.org/

      Ele ainda está em fase beta, então é possível que não rode. Mas como o jogo é relativamente leve, deve rodar num emulador pro PC sem problemas.

      Excluir
    2. Meus parabéns pelo esmeradíssimo trabalho! Vocês merecem todas as congratulações, de verdade.

      Só uma dúvida: será que posso rodar o game via USB no PS 2 com o software Open PS2 Loader? Tomara que sim.

      Abraços.
      ��

      Excluir
  3. parabéns para todos os envolvidos, baita trabalho vocês fizeram

    ResponderExcluir
  4. Mano, já vi inteirinha essa matéria, e até agora a ficha não caiu!

    Será que eu vou poder rodar essa belezinha no meu Play2 físico?

    A má é que, de alguns meses pra cá, ele não anda rodando nem mesmo CD de música. Desconfio que seja o leitor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola amigo utiliza o OPL para rodar via USB seus jogos de ps2 em iso

      Excluir
  5. Sensacional! Parabéns a todos da equipe!!

    ResponderExcluir
  6. Caramba, que jornada! Tão emocionante quanto as aventuras dos heróis do Sistema Algol, e com final feliz ao contrário da turma do Rolf. :P
    E sem querer botar pilha mas já botando, dá pra fazer um trocadilho em nosso idioma com o nome do M.I.J.E.T. hein, kkkkkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza que dá! Eu mesmo já andei fazendo um monte!
      :-p

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Opá já estou baixando, me pergunto se esta iso realmente é o game todo ou só a tradução para aplicar, por que é relativamente curto o game. Meu Playstation 2 anda meio parado devido jogar muito Xbox 360 e Nintendo Game Cube mas vou queimar uma midia e jogar nele, sempre quis jogar este fantasy star, lembro de ter jogado ele a primeira vez na versão de Master System no meu Playstation naqueles CD's com Mil e poucos jogos de Nes e Master System.
    Gostei da historia!, agora vocês trouxeram nesse gráfico monstro!, só tenho a agradecer!!, vocês vão me fazer jogar o game do inicio e traduzido kkkkkkkkkkkkk.... seis são fodas!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Até eu vou recomeçar novamente! Apareça sempre, Luck. Ha e sim, esse é o Download do game mesmo.

      Excluir
  9. Respostas
    1. Cled, infelizmente essas perguntas assim eu não sei responder, o máximo que eu fiz foi no emulador, e se tivesse um Play2, com certeza eu iria testar.

      Excluir
  10. Respostas
    1. Valeu! Não deixe de nos visitar aqui, apareça sempre que puder.

      Excluir
  11. Yoz, meu amigão, valeu demais pelo apoio ao longo de todo o projeto. Você é um fã de Phantasy Star tão dedicado que confesso que quando encaro algum projeto relacionado ao jogo, pensar na sua reação sempre me motiva. Obrigadaço pela amizade esses anos todos e pela divulgação, o post ficou incrível.

    Obrigado a todo mundo aí em cima (e aos que vierem embaixo também, rs) pelas palavras, espero que todos curtam o jogo. Se notarem qualquer erro ou bug (certamente vão pintar alguns), é só avisar pelo email psg1bugs@gazetadealgol.com.br que a gente conserta... um dia ^_^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conte comigo sempre que precisar, meu irmão!
      \o

      Excluir
  12. Senhores do Conselho,

    Primeiramente, meus parabéns.
    Segundamente, meu muito obrigado.
    E finalmente...estou tentando passar a ISO para o HDD do meu PS2 Fat, porem o programinha que faz toda a mágica de transferência via rede (HDL_Dump) indica que o arquivo não é uma ISO válida de PS2. Quer dizer que sobrei nessa? :(
    Outra coisita: a ISO disponibilizada aqui é pra CD ou DVD convertido?

    Mais uma vez obrigado e sucesso em novas empreitadas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Agentman, olha, pelo que eu sei, essa é uma versão CD.

      Excluir
    2. Agradeço pela resposta, J.F.Souza!
      Sobre a ISO ser válida, parece que devo transformá-la em DVD para conseguir jogar no hardware real do PS2.
      Vamo que vamo...

      Excluir
    3. Queria me desculpar com a demora em responder, mas é que o especial sobre Castlevania esta consumindo quase todo o pouco de tempo fora as divulgações dos posts desses mês que esta sendo todo dia.

      Excluir
  13. Caaaaara, que legal! Parabéns a todos envolvidos, tava na pilha enorme pra jogar isso, pena que tive problemas pra abrir a iso pra gravação. Acredito que seja problema de Sistema Operacional diferente (não me julgue)... argh... mas eu vou dar um jeito!
    Pelo visto deu um trabalho lascado, mas parece que valeu a pena. Falta de acentuação, descompressão de imagens, etc. Não foi fácil, definitivamente!
    Mas muito legal todo esforço da comunidade em busca desse objetivo, nós meros jogadores e fãs de Phantasy Star agradecemos!
    Quanto às mesquinharias, não liga... a vida se encarrega disso! rs
    Cara, muito bom... tô animadão pra começar a jogar logo o PSG1!
    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jogue sim, e depois me diga como esta sendo sua experiência.
      \o

      Excluir
  14. Grande lançamento! O jogo já era muito bom no saudoso Master System, mas com esse visual repaginado, ficou ainda melhor.

    Parabéns pelo excelente trabalho e empenho para concluir esta tradução (li o post inteiro e vi como foi difícil).

    Vocês são incríveis!

    Valeu!

    ResponderExcluir
  15. Grande lançamento! O jogo já era muito bom no saudoso Master System, mas com esse visual repaginado, ficou ainda melhor.

    Parabéns pelo excelente trabalho e empenho para concluir esta tradução (li o post inteiro e vi como foi difícil).

    Vocês são incríveis!

    Valeu!

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo trabalho tá excelente mesmo, porém não estou conseguindo salvar no memory card, usando o emulado, nas opções do jogo não acessa o memory card prá salvar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa configurar direitinho o emulador, eu fiz um tutorial ensinando isso, dá uma olhada: http://gamerdesconstrutor.blogspot.com.br/2015/12/emulando-playstation-2-pcsx2-121-no-seu.html

      Excluir
  17. sempre corrompe a iso no final do dowload coloquem entre site para baixar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloquei outro link, Suelio, depois testa...

      Excluir
  18. Muito obrigado pelo trabalho primoroso que fora realizado. Ese RPG marcou a minha infância em frente ao Master System, e agora vai ser palco de várias horas em frente ao PS2.
    Não tenho nem palavras para descrever a minha alegria. Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveite bastante Fernando, e qualquer coisa é só comentar...

      Excluir
  19. Parece que a tradução ou a ISO tem algum problema. Tentei instalar no HD interno do PS2 e sempre da erro de Startup " ou seja aule codigo que cada jogo tem! Deste game e SLPM_625.53. Não sei o motivo mas não instala. Ate baixei a ISo sem tradução e rodou de boa.

    ResponderExcluir
  20. Parece que a tradução ou a ISO tem algum problema. Tentei instalar no HD interno do PS2 e sempre da erro de Startup " ou seja aule codigo que cada jogo tem! Deste game e SLPM_625.53. Não sei o motivo mas não instala. Ate baixei a ISo sem tradução e rodou de boa.

    ResponderExcluir
  21. Parabéns pelo trabalho e dedicação. A tradução do jogo ficou muito boa!

    Queria saber se haverá updates na versão atual e eventuais correções que bugs que a galera for achando durante o jogo.

    Notei que na tradução em inglês da Kyence os itens e magias possuem seus respectivos ícones.

    ResponderExcluir
  22. Muito obrigado está funcionando. Muito obrigado mesmo.

    ResponderExcluir
  23. Nao consigo roda ele pelo opl do ps2

    ResponderExcluir
  24. Nao consigo roda ele pelo opl do ps2

    ResponderExcluir
  25. Caros Amigos

    Estou super feliz por saber que a tradução realmente saiu!!!

    Na verdade como é empolgante poder jogar esse game no nosso idioma! Já estou com 4h e 22 min de jogo. Estou curtindo cada minuto nas cidades. Nas conversas com o povo algoliano... Isso me transporta aquela época do meu Master System quando vi este game pela primeira vez na casa de meus colegas. Era tudo muito diferente do que víamos naquela época!

    E como é maravilhoso poder desfrutar desse remake na nossa lingua! Isso dá identidade ao game! percebo em cada conversa o carinho com que vcs tentaram passar com a dedicação para chegar a este ponto. Estou observando com olhar atento para reportar qualquer erro que encontrar. Até agora está 100%.

    E que longa viagem foi chegar a esse mágico momento! Parece que remontamos as origens! Os três planetas do sistema algol (JAPÃO, EUA, FRANÇA) e aqui vcs no centro do sistema algol tentando fechar este sonho! E COMO É BOM CONSEGUIR REALIZAR UM SONHO!!!!!!! a Todos vcs...

    Orákio Rob, Rodolfo Ribeiro Gomes, Ignitz, CUE, Frédéric Bouix, Cristiano Fraga e Kyence e a todos os colaboradores da Gazeta!

    E como é bom saber que posso chegar a casa e olhar para meu PS2 e ligar sabendo que posso jogar esse game em toda a sua plenitude! E isso nunca seria possível se não fosse por TODOS vcs!!! Grato...IMENSAMENTE GRATO!!!

    Assim como aquele espírito de companheirismo mostrado no final do primeiro PS...ALIS, MYAU, ODIN, NOAH! O espírito de amizade que torna qualquer desafio possível de ser alcançado.

    Aqueles que não compartilham desse espírito deixo um recado.

    Aprendam essa Lição!!! Sem companheirismo não tem vitória!

    E o melhor de tudo! Até eles poderão desfrutar do game! E isso com certeza os fará repensar suas atitudes egoístas!

    Agora deixo uma dica àqueles que não estão conseguindo rodar o game diretamente no PS2. Para mim isso serviu perfeitamente.

    Estou jogando diretamente no meu ps2. Normalmente o meu ps2 tem dificuldade de ler games de ps2 em CD. Então o ideal é transformar em formato DVD. Dei uma vasculhada na net e achei um tuto que funcionou perfeitamente. É só seguir a risca como manda aqui:

    https://clickjoy.wordpress.com/2013/03/12/como-converter-cd-de-ps2-para-dvd/

    Ele agora roda de primeira! Valeu galera! Muitíssimo obrigado!

    Uma última pergunta. Como moro no interior do Estado do Rio não tenho como participar dos encontros da galera de Phantasy Star Brasil. Caso tenham algum grupo de discussão no Watsapp gostaria de participar para conhecer todos vcs! Abraços!
    Segue meu E-mail.
    Frazaowii@gmail.com

    ResponderExcluir
  26. Da erro quando tento usar pelo OPL, e também diz que o arquivo está corrompido. Você nao tem o arquivo patch para aplicar na iso normal?

    ResponderExcluir
  27. Gratidão é pouco amigos , esse foi o melhor jogo da minha vida !!! que Deus os abençoes a todos sem exceção ..... no emulador com iso estou com Alis no nível 8 100% até agora !!!

    Simplesmente fantástico !!!! Nostalgia pura

    ResponderExcluir