17 de dezembro de 2014

Sprite Sheets (Definição)

Os jogos de vídeo game acabaram se tornando um produto cujas fronteiras do que se pode criar, mesmo hoje, são totalmente desconhecidas. Os limites são determinados somente pelo quanto a imaginação humana pode alcançar atrelado ao avanço tecnológico do poder computacional. Mas assim como todo o processo da vida, os games também tiveram um início e ainda hoje esta em desenvolvimento. Meu objetivo com esse texto não é criar um compendio ambicioso sobre os avanços tecnológicos da animação dos jogos de vídeo game, mas falar sobre um pequeno elemento de que nasceu, engatinhou e mesmo apesar do que alcançamos tecnologicamente falando, ainda é utilizado. Não se limitando apenas a uma forma de animar personagens numa tela de TV, mas como a manifestação da arte cujas cores do mundo real são esquecidas por um instante dando lugar a um seguro mundo alternativo de escapismo e/ou entretenimento com cores vibrantes e de animações que chegam ao ponto do inacreditável. Nosso assunto de hoje será: Sprite Sheet.


Sprites animados num gif High Definition do Sonic CD criado por luckettx

Desde os primórdios da criação dos jogos de vídeo game em duas dimensões que os sprites passaram a ser criados para por em movimento os sonhos contidos no mais profundo imaginário de um artista. Esses artistas desamparados até pela legislação e inicialmente desrespeitados pelos seus próprios empregadores, nem eram considerados como tal (Artistas) por causa de sua carapuça que seus produtos o limitavam a meros produtos infantis. Pouco valorizado pelas grandes patentes que determinam tendências sociais, nunca imaginou-se que frases usadas para o âmbito cinematográfico também seriam utilizados no ramo gamístico. Ai de quem duvidasse desse futuro, não porque existia uma chance de não se realizar, mas porque seria a tendência natural evolucional e porque não “revolucional” dos games agindo no social de cada grande nação.

Animação do Ryu e Ken em Flip Book criado por Balthazar

O termo Sprite vem do latim spiritus que significa “Espíritos”, mas também pode significar "fada" ou "duende". No âmbito da computação gráfica (Quer seja em games ou não) são os quadros de movimento que são desenhados individualmente com uma pequena variação entre si, mas obedecendo um padrão sequencial que quando disposto numa ordem coerente acaba gerando uma animação de movimento quando exibidas em sucessão.

Sprites ou mais precisamente Sprite Sheet’s são os quadros de movimentos de um personagem usados num jogo.

Os sprites eram (e ainda são) muito usados em jogos com estrutura bidimensional (Altura e Largura), mas também podem ser usados em jogos em perspectiva isométrica ou até mesmo em jogos tridimensionais. Para entendermos melhor sobre Sprites, podemos citar o flipbook que são imagens organizadas também de modo sequencial gerando uma animação.

O Flip Book surgiu em 1868 por intermédio de John Barnes Linnett

O Flip Book são desenhos agrupados em páginas geralmente pequenas, essas imagens sequenciais produzem uma ilusão óptica através folheamento rápido. Assim são os Sprites. Além de uma mera curiosidade tecnológica, os Sprites, ou Sprite Sheets também atraem não somente a atenção como o fascínio de jogadores ou desenvolvedores de jogos amadores (ou não?) que inventam 1001 formas de capturar esses quadros de movimentos e dispô-los numa folha única, compondo assim uma verdadeira obra de arte gráfica, arte tanto dos criadores quanto dos capturadores que abusam de sua paciência ultrapassando as mais diversificadas barreiras para realizarem tal tarefa.

Eu mesmo sou um capturador de Sprites (Clique na imagem para ela ser exibida em seu tamanho original)

Temos também os Sprites customizados, que são quadros de movimentos criados a partir da combinação de sprites já existentes originalmente desenhados pelos profissionais do ramo do desenvolvimento de jogos. Para quem não sabe desenhar, pegamos uma base gráfica já existente (Um ou vários sprites) e a partir daí cria-se novos movimentos. Estes podem até ser reintegradas na ROM do jogo original através de ROM Hack ou em Fangames (Ou não) criados em ferramentas de desenvolvimento de jogos como Game Maker, RPG Maker, Mugen, KODU Game Lab, Fighter Maker, Multimedia Fusion 2, Unity Engine, e etc. Também capturamos esses sprites para produção de histórias animadas que parodiam ou homenageiam um game clássico da era dos jogos em duas dimensões.


Repare nos movimentos personalizados que eu criei do Dragon usando partes de outros elementos já criados (Clique na imagem para ela ser exibida em seu tamanho original)

Alguns podem até não acreditar, mas folhas de Sprites com grandes dimensões (Os melhores exemplos são os de quadros de movimentos de personagens de jogos de luta como Street Fighter II) contem tantas imagens que você olhando uma por uma, fica admirado com o esmero com que alguns artistas criaram os quadro por quadro, e algumas pessoas quase não conseguem se conter em por as mãos e criar belas customizações mesmo que seja somente alterando as cores.


Esses eu já capturei por necessidade, porque na época não haviam sites com quadros de movimento do Guy

Podemos dizer que os Sprites Sheets são também derivado do primitivo processo da cinematografia criado pelos irmãos Auguste Marie Louis Nicholas Lumière e Louis Jean Lumière (Ou simplesmente os irmãos Lumière). Assim como a cinematografia, também agrupam uma série de imagens que quando são substituídas por outra com pequena variação criam a ilusão do movimento.


Cinematógrafo Muybridge corrida de cavalos animada 184px

O Cinematógrafo foi inventado originalmente como um método rápido de animação de várias imagens agrupadas numa tela, assim como os Sprites também são agrupados na memória do jogo para que quando rodado, o sistema pudesse organizar e dependendo do comando, acionar um ou mais quadros de movimentos gerando a animação. Vale salientar que em jogos com arquitetura mais elaborada, mesmo sem dar um toque no direcional, os personagens ou mesmo os elementos da tela também exibem animações.


Quadro a quadro da animação vista no gif acima

O tempo foi passando e seria perfeitamente concebível que com o avanço tecnológico, fossem surgindo novos meios de animar personagens na tela sempre visando maior realismo. Essas representações gráficas foram se misturando como, por exemplo, o caso de Star Ocean The Second Story onde vemos Sprites 2D interagindo em cenários Pré-renderizado...


Star Ocean foi um RPG fabuloso que combinava Sprites com efeitos de Zoom em cenários Pré-renderizados

...ou mesmo totalmente tridimencionalizados.


E também ousava em inserir o 2D dos Sprites em ambientes poligonalmente construido

Além dos games, os Sprites também são utilizados em outros setores da animação como os emoticons do Hangout, que são feitos com sprites, animações em flash, quadrinhos de web (webcomics) e até de desenhos animados.

Na internet temos vários sites que servem de repositórios de Sprite Sheets, mas lembrem-se: Se forem usar qualquer uma dessas folhas de Sprites quer seja em seus jogos, animações, quadrinhos e etc, citem a fonte e o nome do capturador, pois este é um trabalho que demanda técnica, tempo e muita paciência, e quando vemos esse trabalho sendo utilizado, nos sentimos recompensados principalmente quando nossos nomes são mencionados.

Sprite Database (Sprites de vários jogos e vários sistemas)

The Spriters Resource (Sprites de vários jogos e vários sistemas)

Gazeta de Algol (Sprites da série Phantasy Star Clássico)

Mortal Kombat Warehouse (Sprites dos jogos Mortal Kombat)

Com o tempo eu irei criar postagens dedicadas à Sprite Sheets e acrescentando mais links com novidades e curiosidades.

Até a próxima esperando que tenham gostado do texto e desejando vida longa e próspera.

14 comentários:

  1. E do jeito que te conheço é um dos melhores em capturar sprites, bom trabalho Yoz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Carlos! Eu ainda estou devendo um trabalhinho completo de captura de Sprites tanto no Phantasy Star II quanto no Phantasy Star IV, não é? Meu tempo anda super escaço, mas ainda quero muito fazer isso...

      Excluir
  2. Texto muito bom manolo 🙌

    Pra quem não era ligado ou não entendia muito dessas paradas de sprites é um prato cheio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Sotério! Eu tentei abranger o melhor possível com o tempo disponível... Agora uma curiosidade... Ao procurar gifs animados para por nesse texto, eu acabei topando com umas bizarrices que podem até gerar um novo post...
      :-)

      Excluir
  3. Texto muito bom e bem explicado. Depois que comecei a lidar mais com games, fiquei viciado em olhar folhas de sprites, e às vezes arrisco montar uns gifs baseado nelas, mas sempre coisas simples. É bem interessante também notar a evolução da coisa, com os jogos modernos que são baseados em sprites, mas que tem inúmeros quadros para cada movimento. Exemplos bons disto é o King of Fighters XIII e o Dragon's Crown, onde dá pra perceber nas folhas de sprites os mínimos detalhes dos movimentos :v

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe do que eu lembrei agora? Daqueles gifs do Chrono Trigger que eu fiz pra você usar num dos seus videos...

      Excluir
  4. Mais uma vez mostrando um texto de grande qualidade e conteúdo.
    Depois que vi como se retirar os Sprites, fiquei fissurado em querer fazer montagens individuais para "brincar" com a imaginação que tínhamos quando criança, só que agora realizado com as ferramentas atuais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que a primeira experiência nesse ramo foi com um jogo que precisava de um emulador especial pra rodar...
      :-)
      Agora eu quero ver você customizando uns Sprites heim Gustavo?
      ^_^

      Excluir
  5. Muito massa seu artigo, que bom que você curte os elementos além do jogo em si. Tá aí uma coisa que eu acho que não pode cair em desuso: sprites.

    Já "brinquei" bastante com estas coisas antes e mais futuramente vou continuar. Tem muita gente que como eu, gosta de mexer com Custom Sprites e até fazer do zero.

    Não fazendo propaganda (mas já fazendo), tem algumas coisas minhas por aí. Se interessar dar uma olhada, abaixo está o link de alguns edits:

    http://theressen.deviantart.com/gallery/36806860/Sprite-Edits-SNK-KOF-Style

    Um abraço...!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não creio que um dia os Sprites vão cair em desuso... e eu também tenho vários sprites que eu customizo, inclusive estou customizando uns aí pra um texto de um jogo de Master System que eu estou escrevendo, só não sei quando vou lançar, mas espero fazer isso esse ano ainda...
      PS: Eu dei uma olhada aqui na sua galeria, muito legal, depois eu olho com bem mais calma...
      Abração e até mais, obrigado pela visita e não deixe de aparecer mais vezes, tem outros textos aê no site, sinta-se a vontade para dar umas curtidas.
      ;-)

      Excluir
  6. :D muito bom, como sempre!!! Parabéns!!! E pessoa mais paciente q vc pra capturar não há!!!!

    ResponderExcluir
  7. Cara seu texto esta excelente. Eu to fazendo sprites no piskel mas tava querendo uns gifs que nao encontro de megaman 8 entao gostaria de saber, qual o programa que vc usa pra capturar sprite dos jogos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Eric, existe um programa perfeito para captura de imagens sequenciais criada para Sprites, é o AnimGET que você pode baixar clicando neste link a seguir: http://spritedatabase.net/downloads/animget.zip
      Infelizmente ele não tem recebido mais atualizações, mas funciona perfeitamente.
      Obrigado pela visita e pelo comentário, volte sempre!

      Excluir